Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

24 Nov 2010

Alice by Vladimir Clavijo – Telepnev


"What are little girls made of? 
What are little girls made of? 
Sugar and spice And everything nice, 
That's what little girls are made of."



Picture 5
Vladimir Clavijo – Telepnev

My Translation:


"Nenhum livro acaba. Os livros não são longos, São largos. A página, como sua própria forma revela, não passa de uma porta para a subjacente presença do livro, ou antes para outra porta, que leva a outra..."

"No book ends. Books are not long, are broad. Page as its own form reveals is nothing but a door to the underlying presence of the book, or rather to another door, which leads to another ..."


Picture 2
Vladimir Clavijo – Telepnev


"... Terminar um livro significa abrir a última porta, para que nunca mais se feche, nem esta nem a que abrimos até aqui para atravessar seu umbral, e todas as que infinitamente se abriram, continuam a se abrir, serão abertas num infinito ranger de gonzos..."

"... Finish a book means opening the last door, that never closes, neither this nor that opened up here to cross its threshold, and all infinitely opened, continue to open, will open an infinite creak of hinges ... "




Picture 12
Vladimir Clavijo – Telepnev




" ...  livro finito é infinito, o livro fechado é o livro aberto. Todo o livro se recolhe em torno de nós, todas as páginas são uma página, todas as portas, visíveis e invisíveis, são uma única porta, ..."

"... A finite is infinite, the closed book is an open book. Entire book picks up around us, every page is a page, all doors, visible and invisible, are a single port, ... '


Picture 4
Vladimir Clavijo – Telepnev



"... porta tão escancarada que não só posso atravessar seu umbral, como ela se tornou umbral de si mesma, eu penetro a porta, todas as portas são penetráveis, não se distinguem as portas abertas das portas fechadas ..."

"... Door wide open so that not only can cross its threshold, as she became the threshold of herself, I penetrate the door, all doors are penetrable indistinguishable doors open closed doors ..."


Picture 3
Vladimir Clavijo – Telepnev


"... as portas levam de porta em porta, nada está fechado, tudo está fechado, tudo está aberto, nada está aberto..." 

"... The doors leading from door to door, nothing is closed, everything it is closed, everything is open, nothing is open ..."

MANGANELLI, Giorgio. Pinóquio: um livro paralelo. São Paulo: Companhia das letras, 2002. 

No comments:

Post a Comment