Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

16 May 2015

"Na toca do coelho" matéria na Revista da Cultura

Tive a oportunidade de participar dessa matéria em homenagem aos 150 anos de Alice.


"Prestes a completar 150 anos, ‘Alice no País das Maravilhas’ ainda traz na escrita nonsense de Lewis Carroll diversas críticas, simbologias e interpretações que nos fazem questionar: afinal, o que está por trás dessa história?"

por Renata Vomero.

LEIA O TEXTO AQUI


'O tempo, aliás, tomou grande corpo na obra de Lewis Carroll. Momentos à frente, Alice se encontra com o Chapeleiro Maluco e a lebre presos em um chá da tarde. Isso porque o chapeleiro brigou com o tempo, o qual parou às 18h. “O tempo não é uma coisa para se perder, matar ou correr contra ele, mas alguém com quem negociar. Se ficarmos amigos dele, podemos fazer o que quiser com ele! Se na Inglaterra de sua época Carroll vivia em uma sociedade presa às engrenagens de rituais repetitivos e limitantes, hoje somos desafiados mais do que nunca para que possamos ser amigos do tempo, em busca de criar vidas mais criativas e livres!”, enfatiza Adriana Peliano, artista plástica que ilustra a edição comemorativa de 150 anos de Alice no País das Maravilhas – com lançamento em breve pela editora Zahar –, além de ser fundadora da Sociedade Lewis Carroll Brasil e tradutora da obra do autor.'



No comments:

Post a Comment