Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

19 Mar 2011

Metamorfoses de Alice


Imagina que Alice atravessou uma das portas mágicas e foi viver essas aventuras num jardim encantado.




Pictor’s Metamorphoses by Hermann Hesse [1922]


Metamorfoses de Piktor (1922)
Hermann Hesse


conto editado por Adriana Peliano


"Viu que em volta dele, no paraíso, a maioria dos seres se transformava com muita frequência, que tudo fluia numa torrente encantada de eternas transformações. Viu flores tornarem-se pedras preciosas, ou voarem como pássaros vibrantes. Viu ao seu lado de repente desaparecerem algumas árvores: uma desfizera-se em fontes, a outra tornara-se um crocodilo, uma outra nadara alegre e fresca, cheia de alegria, como um peixe, para numa nova forma começar novas brincadeiras. Elefantes confundiam suas roupagens com pedras. Girafas confundiam suas formas com flores."

(...)

"Um dia então uma mocinha passou por aquele lado do paraíso, com um cabelo louro, com um vestido azul."



(...)

"Quando a árvore Piktor viu a mocinha, apoderou-se dele uma grande tristeza, um desejo de felicidade, como ainda nunca sentira."

(...)

"A mocinha ouviu um sussuro nas folhas da árvore, olhou para ele e sentiu, uma subita dor no coração, moverem-se dentro dela novos desejos, novos sonhos. Levada por força desconhecida, sentou-se debaixo da árvore.

(...)

"por que desejava o corações romper o peito e se fundir nele, no belo homem solitário?"

(...)

"Assim que a mocinha segurou a pedra encantada na sua mão branca, logo satisfez o desejo do seu coração. A bela desapareceu, penetrou na árvore e tornou-se com ela uma só."

(...)

"A encantadora torrente de transformações corria continua pelo seu sangue, ela eternamente tomava parte na criação de todas as horas. Foi rena, foi peixe, foi gente e serpente, nuvem e pássaro.

Em cada forma, porém, era um todo, um par, tinha lua e sol, tinha macho e fêmea em si, corria pelas terras como rios gêmeos, brilhava como dupla estrela no céu".



Alice por René Magritte

No comments:

Post a Comment