Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

2 Sep 2010

Alice by Alain Gauthier

Quando afirmamos a intuição, somos portanto como a noite estrelada: 
fitamos o mundo com milhares de olhos. 
Clarissa Pinkola Estes


alain2


Alain Gauthier




alain4


Alain Gauthier



alain6


Alain Gauthier



alain7


Alain Gauthier







You would play upon me; you would seem to know my stops; you would pluck out the heart of my mystery.
Shakespeare



A viagem de Alice nas ilustrações de Alain Gauthier se tornariam uma viagem por si mesma, menina sem nome, entre ritos de passagem, visões sibilinas, portais dos sonhos, desabrochar de flores inéditas e arcaicas, histórias de amor e prazer polimorfo entre pombas e serpentes. Alice iria se aventurar entre alteridades místicas, máscaras improváveis, formas animais, enigmas de si mesma esfinge. Decifra-me ou te devoro. Alice seria uma constante invenção de si, mágica e mítica, que nos olha no espelho em constelações de olhos e nos pergunta: Quem é você? 


Em mim você quer tocar; pretende conhecer demais os meus registros; pensa poder dedilhar o coração do meu mistério. 
Shakespeare

No comments:

Post a Comment