Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

1 May 2010

Lost Alices by Bruno Vilela









"Alice passeia pelas margens e entrelinhas, peregrina das fronteiras, viajante do desconhecido, mas também das frases feitas, dos clichês, do lugar comum e simplificações baratas que insistem em empobrecer a vida e a arte. A estória de Alice já é tão conhecida que pode ser fragmentada, repetida, deslocada, desconstruída, mastigada pelos artistas de toda parte e toda arte. Com seu pescoço de serpente Alice navega entre identidades híbridas, misturas, contrastes, estranhezas, mercadorias, gato por lebre e bobagens que todo mundo compra e acredita sem saber por que. Ela se aventura para o novo e olhar para trás para recriar-se de novo. E assim é Alice. Alice é todas e é nenhuma e ela se estica como o maior caleidoscópio jamais visto. Adeus pés!"
Adriana Peliano


No comments:

Post a Comment